top of page

Nosso Blog

  • Foto do escritorStella Apostolopoulos

Lesões na corrida (parte 2) Avaliação do Pé e da Pisada


GranDoctor - Clínica em Saúde na Granja Viana

Dando continuidade ao blog sobre lesões ortopédicas mais comuns da corrida, vou comentar sobre as principais alterações anatômicas e biomecânicas dos pés que podem facilitar a ocorrência de uma lesão e como proceder para tentar corrigí-las.

O impacto no solo começa pelo pé! Assim, é enorme a carga que passa pelo pé que é transmitida para todo o membro inferior. O correto movimento que o pé faz na corrida serve tambem como "amortecedor" do impacto e distribuição correta das forças do impacto (movimento de pronação do retropé, chamado de "amortização fisiológica").

Pisadas inadequadas podem facilitar lesões!!

Sabendo disso, antes de começar a correr, faça uma avaliação adequada dos seus pés, tanto em repouso como em movimento, e utilize as formas de correção mais adequadas para prevenir possíveis lesões!

Caso tenho alguma dúvida, procure um ortopedista!!!

"TIPOS DE PÉS E PISADAS"

Nossos pés podem ser classificados em:

Curvatura arco plantar:

(Essa avaliação se dá com o pé estaticamente, em repouso)

  • Normal

  • Plano (chato)

  • Cavo

fonte: http://www.fernandavargas.com/2012/04/como-escolher-o-tenis-ideal-para-corrida/

Forma da pisada

( avaliação dinâmica da pisada: modo do contato do pé com o solo).

  • Neutra

  • Supinada

  • Pronada

fonte: http://bfiladelfia.blogspot.com.br/2015/05/dicas-para-corredores-iniciantes.html

Um teste fácil para se ter uma ideía do seu tipo de pé, e verificar o formato que ele fica na areia, ou mesmo pintar o solado do seu pé e pisar num papel em branco, como se fosse marcar "uma digital".

fonte: http://www.xl1.com.br/dicas/saude/ortopedia/tipos-de-pisada

Quanto ao tipo de pisada, pode-se também verificar o local onde a palmilha interna do tênis tende a ceder mais, também onde se gasta mais o solado do tênis.

fonte: http://www.xl1.com.br/dicas/saude/ortopedia/tipos-de-pisada

Para se ter a maior precisão para seu tipo de pé, pode-se recorrer ao exame de baropodometria (exame que usualmente não é muito utilizado, pois através da avaliação clínica pode-se chegar a conclusão do tipo de pisada).

FONTE: http://www.reabbrasil.com.br/produtos-e-servicos/baropodometria-digital

Sabendo assim seu tipo de pisada, ideal seria comprar o tênis próprio para cada pisada ou usar palmilhas corretivas.

Podemos agrupar os tênis de cordo com:

  • amortecimento

  • estabilidade

  • controle de movimento

  • trilha

  • performance

LESÕES MAIS COMUNS DE ACORDO COM O TIPO DE PÉ:

Pés supinados:

  • entorse do tornozelo

  • síndrome do estresse tibial medial (canelite)

  • tendinite dos fibulares

  • síndrome do atrito do trato iliotibial

  • bursite trocanteriana

  • fratura por estresse do 5º metatarso

Pés pronados:

  • fratura por estresse do navicular

  • síndrome do estresse tibial medial (canelite)

  • fasceíte plantar

  • joanete

  • tendinite do tibial posterior

  • tendinite do calcâneo

  • tendinite patelar

  • fratura por estresse do 2º metatarso

No próximo post falarei a respeito das alterações anatômicas e biomecânicas dos joelhos e, em seguida partiremos já para os erros mais comuns dos treinos para depois podermos introduzir um pouquinho de cada lesão!!

Até mais!!

370 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
Infiltração
bottom of page