• Stella Apostolopoulos

Você sabe o que é Fibromialgia?

Atualizado: 23 de Set de 2019


A Fibromialgia é uma das doenças causadora de DOR CRÔNICA de maior incidência onde se caracteriza por dor musculoesquelética difusa e crônica, associada outras queixas subjetivas, tendo como principais as queixas relacionadas aos distúrbios do sono (não reparador), fadiga, desânimo e transtornos psicológicos, em especial a depressão e a ansiedade. A freqüência da fibromialgia é de 1 a 5% na população em geral ​ Ainda hoje, a fibromialgia é uma doença de etiologia ainda pouco conhecida, mas possui diversos fatores que predisponentes, tais como o sexo feminino (9 a cada 10 pessoas são mulheres, não se sabendo a real razão desse motivo uma vez que não se sabendo a real razão desse motivo uma vez que não se observou ligação hormonal), divórcio, dificuldade em completar o ensino médio e baixa renda.


Acredita-se estar relacionada a uma disfunção do sistema da dor a nível do Sistema nervoso central, ou seja, alterações nos mecanismos de percepção da dor, apresentando uma ampliação da sensibilidade a estímulos sensitivos periféricos como calor, corrente elétrica, pressão, que são interpretados pelo sistema nervoso central como sensações desagradáveis e traduzidas pelo sintoma dor.

O diagnóstico de fibromialgia é complexo. Não existe nenhum exame específico de diagnóstico, sendo utilizado principalmente a história clínica, o exame físico e a exclusão de outras doenças que podem causar dores musculoesqueléticas difusas. O paciente deve ser questionado quanto às características da dor, que deve ser difusa (acima e abaixo do quadril e em ambos os lados) e com duração maior do que três meses. Alterações do sono, principalmente o sono não reparador. O sedentarismo e a intolerância ao exercício são comuns, assim como a fadiga excessiva, mesmo na execução de atividades diárias habituais.

Essas são as características principais do quadro, embora muitas vezes o paciente apresente múltiplas outras queixas e sintomas que não podem ser facilmente explicáveis. PRINCIPAIS SINTOMAS DA FIBROMIALGIA:

DOR:

O sintoma mais importante da fibromialgia é a dor difusa pelo corpo. O paciente tem dificuldade de definir quando começou a dor, se ela começou de maneira localizada que depois se generalizou ou que já começou no corpo todo. A dor é sentida “nos ossos” ou “na carne” ou ao redor das articulações.

INSONIA: A alteração do sono na fibromialgia é frequente, afetando quase 95% dos pacientes. No início da década de 80, descobriu-se que pacientes com fibromialgia apresentam um defeito típico no sono – uma dificuldade de manter um sono profundo. O sono tende a ser superficial e/ou interrompido.

FADIGA / CANSAÇO: A fadiga (cansaço) é outro sintoma comum na FM, e parece ir além ao causado somente pelo sono não reparador. Os pacientes apresentam baixa tolerância ao exercício.

DEPRESSÃO: A depressão está presente em 50% dos pacientes com fibromialgia, mas não significa que todo paciente com fibromialgia tenha depressão. Por muito tempo pensou-se que a fibromialgia era uma “depressão mascarada”. Hoje, sabemos que a dor da fibromialgia é real, e não se deve pensar que o paciente está “somatizando”, isto é, manifestando um problema psicológico através da dor.

Caso você tenha dúvidas e possua alguns desses sintomas, peça ajuda de um profissional, procure um médico!!!

#dor #dor_crônica #Fibromialgia #sono #depressão #insônia #fadiga

The Square Open Mall,

 sala 11 Bloco F

(Granja Viana)
Cotia, SP 06709-900

grandoctor@grandoctorgv.com

© 2020 GranDoctor

Tel: (11) 2391-8818

          (11) 97182-9897