• Stella Apostolopoulos

DEPRESSÃO


É uma doença causada por um desequilíbrio de processos químicos do cérebro (os neurotransmissores). É hoje, no mundo atual, uma das doenças mais presentes na sociedade.

A pessoa que sofre desse mal não consegue ter forças, não consegue sair daquela situação ao qual se encontra, vai muito além de se sentir triste. E a pessoa triste fica com esse sentimento por alguns dias e logo consegue voltar a sua rotina normal.A depressão é uma doença que deve ser bem acompanhada principalmente pelos parentes próximos. Porque a pessoa que sofre desse mal, muitas vezes não é capaz de se cuidar sozinha.

“A depressão, é um distúrbio mental caracterizado por pelo menos duas semanas de depressão que esteja presente na maior parte das situações. É muitas vezes acompanhado de baixa autoestima, perda de interesse em atividades de outra forma aprazíveis, pouca energia e dor sem uma causa definida. As pessoas podem ocasionalmente manifestar delírios ou alucinações.

Algumas pessoas apresentam episódios de depressão separados por um intervalo de vários anos em que o comportamento é normal, enquanto outras manifestam sintomas de forma quase permanente.

Entre 2 a 7% dos adultos com depressão, morrem de suicídio cerca de 60% das pessoas que morrem por suicídio apresentavam depressão ou outro distúrbio de humor”.

De uma maneira geral, os sintomas de depressão se confundem bastante com sintomas de outras doenças. E saber qual a diferença entre um quadro de tristeza, por exemplo, e um caso real de depressão não é a tarefa mais simples do mundo. “Tristeza é uma emoção, enquanto depressão é uma doença.”

FONTE: psiquiatra Dr. Ken Robbins, Universidade de Wisconsin-Madison

A pessoa que sofre desse mal não consegue ter forças, não consegue sair daquela situação ao qual se encontra, vai muito além de se sentir triste. E a pessoa triste fica com esse sentimento por alguns dias e logo consegue voltar a sua rotina normal.

A depressão é uma doença que deve ser bem acompanhada principalmente pelos parentes próximos, uma vez que a pessoa que sofre desse mal muitas vezes não é capaz de se cuidar sozinha.

SINTOMAS DA DEPRESSÃO

  • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia

  • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas

  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis

  • Desinteresse, falta de motivação e apatia

  • Falta de vontade e indecisão.Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio

  • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte

  • Pode haver desejo de morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio

  • Interpretação distorcida e negativa da realidade: tudo é visto sob a ótica depressiva, um tom "cinzento" para si, os outros e o seu mundo

  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento

  • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual) e da libido

  • Perda ou aumento do apetite e do peso

  • Insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo)

  • Dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

COMO PODEMOS MELHORAR!!!!

Seria importante, procurar algo que lhe de algum tipo de prazer. Algo que fazia antes e que hoje não tem forças para fazer (hobby, encontrar alguém querido, algo que possa dar algum tipo de conforto ao seu estado físico e emocional).

Busque de alguma forma fazer algum tipo de atividade com o corpo. As liberações de endorfinas trazem bem estar momentâneo e melhoram os sintomas da depressão. É muito importante conseguir dormir bem. Uma noite bem dormida é essencial para o bem estar físico e emocional.

Tente estar sempre próximo de pessoas positivas, queridas e que entendam o que você está passando.

Fazer algum tipo de massagem ou relaxamento pode trazer um bem estar momentâneo causando um enorme bem estar.

Lembre-se que é muito importante um tratamento com o médico psiquiatra. Ele irá auxiliar o paciente com sessões e medicamentos específicos. E o psicólogo também, com seu auxílio nas sessões de terapia individual.

Dra. Christina de B. A Fulford.

#psicoterapia #depressão #sono #saúde #bemestar #DraChristina #Tristeza

The Square Open Mall,

 sala 11 Bloco F

(Granja Viana)
Cotia, SP 06709-900

grandoctor@grandoctorgv.com

© 2020 GranDoctor

Tel: (11) 2391-8818

          (11) 97182-9897